segunda-feira, 11 de agosto de 2014

à falta de melhores ditos de espírito sugiro este porque me apetece. foi sacado de algures. a perfeição é um joelho esfolado. podíamos tentar sugerir que é toda uma teoria da performance; uma sustentação da experimentação; basear nele toda a lógica anarco-democrata blagueada por aqui faz uns anos; evidenciar a partir desta formulação toda a lógica dialética; fazer surgir daqui uma abordagem ao feio, à imperfeição, à negação do absoluto, do dogmatismo e, paradoxalmente, negar qualquer ideia empiricista. era escusado. o joelho esfolado está em todas as hipóteses anteriores e chegar a uma sistematização era querer escapar ao joelho esfolado. a perfeição É um joelho esfolado. e é tudo. daqui já não se sai.

(seguindo o texto anterior, troquemos perfeição por excelência. mudava pouco. e pelo caminho talvez se esfolasse alguma coisa.)

Sem comentários: