quarta-feira, 27 de fevereiro de 2013

Mais uma vez uma diarreia de ameacas a seguir a eleicoes. O ambiente na imprensa alema é de bota abaixo. O respeito pela vontade popular nunca andou tao por baixo. Democracia parlamentar, e tal, mas só quando convém. O povo italiano mostrou a sua voz, ao votar maioritariamente no único candidato de protesto e contra o consenso de berlim-bruxelas e outros países se seguirao. O povo italiano está farto da máscara da respeitabilidade em que os políticos do sistema se escondem, evitando assim o combate de ideias. Contra este estado de coisas e por nao haver alternativa credível à esquerda, o povo votou na única alternativa ao status quo: berlusconi e beppe grillo. Onde estavam os euro comunistas modernos e reformadores? Parece que passaram à história.

sexta-feira, 22 de fevereiro de 2013

sábado, 16 de fevereiro de 2013

idoneidade

O conceito de respectability é muito discutido no age of capital do hobsbawm. Era um termo muito utilizado no tempo do liberalismo de manchester, em que teoricamente valiam as leis de mercado, mas onde as oportunidades de mobilidade social eram nulas, devido à tal falta evidente de respectability, que em última análise tinha a consequência do conformismo entre as classes baixa e média baixa. É sabido que o fosso entre classes aumentou durante este seculo: a mistura entre liberalismo económico e conservadorismo de costumes é explosiva. Vale a pena estabelecer o paralelismo com a recente discussão à volta da idoneidade de alguns banqueiros, em particular ricardo salgado e oliveira e costa (cuja idoneidade e respeitabilidade vinha dos tempos em que trabalhava no banco de portugal.