quarta-feira, 28 de novembro de 2012

é difícil classificar a votação de hoje. A vários níveis medíocre. Medíocre porque o documento aprovado assenta em pressupostos errados, à luz de toda a informação disponível (as previsões para o crescimento da CE, FMI, INE, OCDE, Citigroup, etc etc). Medíocre porque condena milhões de portugueses a empobrecer para pagar uma dívida externa causada por desequilíbrios institucionais na união europeia que são alheios à maioria dos portugueses. Medíocre porque não tem em consideração aquilo que é o momento de maior convergência da sociedade portuguesa, que está maioritariamente contra. Medíocre porque contradiz tanto o senso comum como a ciência económica. é um documento delirante. neste momento a desilusão é completa.

Sem comentários: