domingo, 19 de agosto de 2012

vontades



Quero viver das pedras, dos galhos, da terra. E não posso.

Quero a nuvem, o rio, o animal.

Quero a ermida. A ermida tem nome.

 Sæglópur   ou


Sem comentários: