sábado, 14 de abril de 2012

A partir deste dia Segismundo Brotafrontes ganhará um cognome.

Doravante referir-se-á a si próprio como Segismundo Brotafrontes, um anarcodemocrata.

Alicerçando-se na ideia de que um mito político é uma determinação para agir, mais tarde - e sem hora marcada - regressará na tentativa de construir esse mito.

Antes disso, suprirá a a despedida atabalhoada no último encontro com o zé, dedicando-lhe dois postes a redigir. quem sabe, aí se encontrará o momento da primeira formulação do mito anarcodemocrata - e que melhor dedicatória haveria se tal sucedesse? no entanto não me comprometo. com nada do que está descrito acima, aliás.

formula-se assim a primeira premissa anarcodemocrata - o comprometimento com o passado é nulo, o que foi mais não é do que possível condição do que vem. - constituindo-se, assim, o seu oposto: o comprometimento com o futuro é nulo, o que será mais não é do que possível condição do que foi.

1 comentário:

Anónimo disse...

seja lá isso o que for!