domingo, 4 de março de 2012

Porto Braga

Confesso que as vezes sinto que o Porto esta para os Arquitectos como Braga esta para os Padres.
Eles andam la todos, padres, cónegos, ciprestes e acólitos, em volta do grande Bispo quase Papa. Mas enfim...a cidade tem o seu quê de mofo. Todos ensinam na grande escola e capelas a ela afectas e praticam nos seus ateliers, estes todos meios-falidos. As doutrinas que preconizam, embora muito boas, meus amigos são tão duras de praticar nos nossos dias...


Eu, como sou um daqueles padres que gosta de tocar viola e dar-me com os jovens, tive que sair de lá para me sentir mais realizado e menos sufocado.

Sem comentários: