quarta-feira, 15 de fevereiro de 2012

O sr. Brendel não está a falar a sério pois não?

Eu até ia ouvir o sr. Alfred Brendel falar na gulbenkian sobre se a música clássica tem que ser inteiramente seria, mas porra! por 21 euros (e meio) consigo pensar em coisas muito mais giras para fazer e que não me estraguem o sorriso.

Portanto quero deixar aqui os divertidos bonequinhos de linguas de fora ao programa de sábado na gulbenkian: :P. E nem sequer faço as contas ao número de minis que poderia comprar aos meus amigos (mais a quantidade de amigos novos que isso me daria para arrecadar).

Não sei se o sr. A.B. fala tão bem como deve tocar piano, mas isto cheira-me a chulagem séria. Apesar de tudo vai haver um ensaio aberto antes do concerto e de graça... Mesmo assim, 21.5 euros é muito dinheiro para uma conversa em Lisboa. Até em Londres daria para umas quantas pints. Suspeito que uma conversa dessas por aqui fosse...de graça!!? E não viesse disfarçada de "conferência". Além disso, no tal ensaio não vai dar para perceber nada sobre a seriedade da música, porque de certeza que ele deve estar ensaiar a sério.

Parece-me portanto que os lisboetas continuarão a encarar a musica clássica como um assunto pertencente à ionoesfera da superioridade e eu, por consequência e já que não percebo nada do assunto, também!

Sem comentários: