quinta-feira, 24 de novembro de 2011

(pausa)

a impossibilidade da palavra.

Sem comentários: