sábado, 5 de março de 2011

...alguém me chateou muito por eu dizer neo-colonislistas porque era muito pejorativo nesta discussão do encontro com o outro continente a sul de nós.

Não vou dizer mais nada. ah, vou só dizer: o que é que anda a mota engil a fazer em angola (malawi e etc.)? a ganhar dinheiro... como?! lá já há classe média está certo e muita gente a viver miserável, nos musseques, ou a ser deslocada para onde der mais jeito a quem dinheiro tem. bom enfim. eles lá das empresas são honestos como nós todos, mas não sei como fazem tanto dinheiro. ok ok não vou usar esse termo, porque não é correcto.

...

Agora, a propósito de outras gentes, outras gerações e outros exploradores, li há tempos um livro muito bom do recém aclamado Valter Hugo Mãe, chamado : "O apocalipse dos trabalhadores". O valter ganhou o prémio literário José Saramago em 2007 com o "Remorso de Baltazar Serapião" que deve ser muito bom de se ler.

Este livro (o apocalipse) fala da vaga dos trabalhadores do leste que invadiram portugal já há uns largos anos à procura de um trabalho na construção civil e nas limpezas. (Por aqui por londres temos falado muito de empregadas de limpezas do leste, não com elas, porque infelizmente ainda não dominam a língua, mas sobre os seus afazeres.) ...Fala do encontro com as portuguesas e da saudade que sentem ao deixarem a sua terra, à qual parece que nunca mais vão voltar. ...Fala da dificuldade que é ser emigrante.

...Amor e tentações às quais ninguém resiste...mulheres portuguesas que eles do leste acham baixas e gordinhas (!)
E como a este bom blogue convém, está escrito no estilo mais ordinário que se possa imaginar. Cheio de referências sexuais, explícitas, implícitas e escancaradas!

É muito bom, recomenda-se! Valter é e será um grande escritor.
Editora Quidnovi

Sem comentários: