domingo, 20 de fevereiro de 2011

Ja' li.
Aqui ha tempos andei a gozar com uns amigos sobre as suas segundas adolescencias. Isto pareceu-me que era claro que ha' pessoas que vivem um forte adolescencia e depois assentam e outras que nao a vivem e teem que a viver mais tarde na vida. So' que se calhar com cada um e' diferente. Todos que me abrem o seus livros mostram coisas muito distintas.

Entretanto encontrei este livro do Keil do Amaral (que foi um homem prolifico) chamado "Humor de Arquitecto". La' no livro tinha uma tirada sobre as idades da vida que me pareceu uma visao muito boa sobre o assunto. Ele desprezou a classificacao das fases da vida em infancia, adolescencia, maturidade e velhice, mas criou um sistema que era o da "infancia. adolescencia, efervescencia, incandescencia, suficiencia e decadencia". Nao vou falar delas todas, so' de duas que sao bem engracadas:

"a suficiencia":
e' a fase "em que nos convencemos de que os nosos paizinhos, ou os nossos chefes de reparticao, sao umas bestas, culturalmente inferiores e sem ao menos se terem apercebido de que o mundo dera, ultimamente, um grande passo em frente..."
logo a seguir "a eficiencia":
a fase "em que nos tornamos em fervorosos admiradores das nossas proprias capacidades" e achamos que "se faltarmos uns dias ao escritorio, ou ao consultorio, ou 'a reparticao, os negocios param, os doentes morrem e a burocracia entra em crise." Interessante?!

bom...nao resisto e conto-vos a "decadencia":
a fase em que "tendo acumulado ao longo dos anos uma vasta e profunda experiencia da vida e das coisas verificamos que (...) ja' para pouco nos serve sem a imaginacao criadora, o arrojo, a irreverencia forca fisica, o prazer do risco, que se gastaram em fases anteriores."

Esta devera' ser a impotencia! Mas isso eu nao sei que sou mulher.
Desculpem la' a ultima, mas isto e um blogue que surge da ordinarice.

Keil do Amaral. Humor de Arquitecto Compilacao, introducao e notas de Pitum Keil do Amaral. Editora Argumentum

Sem comentários: