domingo, 27 de fevereiro de 2011

essa confusão da geração e classe claro que é gerada pelas diferentes experiências vividas. ainda não ouvi a tal música dos deolinda. estou à espera de a ouvir ao vivo e a cores!

ora os tais que se queixam do carro para pagar e de ter que viver em casa dos pais são os que optaram por ficar por portugal: por preguiça, por amor, por conveniência ou porque sim...

os outros que puderam sair, ou que nem tiveram hipóteses porque os pais optaram por si mesmos, têm problemas também.

há uma imagem muito interessante nas páginas do cristianismo que é um pássaro a arrancar bocados de si para dar aos filhos. vi uma pequenina esculpida numa coluna da sé da guarda, mas não tenho aqui fotografia. quando tiver desenvolvo mais sobre o assunto. e é um bocado disso que nós somos feitos em portugal: autofágicos.


porém atenção: não se iludam com esses modelos ideiais sociais democráticos das suécias e etc.!! não vale a pena ir copiar já já essa juventude sem os perceber. eles são muito independentes, fazem tudo...mas dependem do governo, que por sua vez depende e se alia às empresas de sucesso como a volvo, a skanska, a hasselblad, a astrazeneka etc. que por sua vez começaram bem porque numa certa altura de uma guerra, a suécia andou a vender ferro a uns certos senhores alemães e a permitir-lhes o acesso à rússia...ajudava uns (era neutra) e outros e lucrou com isso. E MUITO! por isso somos todos mauzões.


os suecos há uns anos atrás não passavam de pobres camponeses. tenhamos menos ciúmes. mandemos menos exploradores para fora, conquistar o mundo e esbanjar tudo como dantes e já agora acho bem que se tenha acabado com essa coisa um bocado estúpida que andou a ser o inov-arte. foi o mesmo nos descobrimentos. esbanjar os nossos recursos para nos mandar para fora e depois não dar condições para nos voltar a receber. e perder tudo...


seremos eternos exploradores do mundo? por isso é que eu digo: neo-colonialistas.
mas desta vez com respeito e sem racismos.

1 comentário:

Anónimo disse...

o que é preciso é decapitar as cúpulas. literalmente. e depois logo se vê o que é que se arranja, mas estou certo que será melhor.