sexta-feira, 1 de outubro de 2010

'tamos em Portugal pá! para mudar qualquer merda é só legislar!

já sei do que é que precisamos para os campeonatos portugueses de tudo e mais alguma coisa, é só criar a figura em diário da república.

Um atlóteta!

Vi agora por acaso no priberam e não pude deixar de partilhar. bela palavra, atlóteta, que é mais ou menos o que um gajo faz para imitar o som dos cavalos a trote.

9 comentários:

Anónimo disse...

Palavras de Ricardo Gonçalves, deputado do PS, a um jornalista:

«quase fico sem dinheiro para comer»

«Estamos todos a apertar o cinto, mas os deputados são de longe os mais atingidos na carteira»

«Ganho 3 700 euros por mês. E tenho mais 60 euros de ajudas de custo por dia. Acha que dá para tudo? Não dá!»

s.b. disse...

o que é que são 4900 euros por mês quando aquele senhor mesmo ali ao lado representa o povo saídinho da mota-engil e pronto a ir para iberdrola (ou vice-versa)?

4900 euros não chegam nem para os fatos.

s.b.-q-gastei-as-palavras-todas-lá-em-baixo disse...

no entanto, também gostava de saber o que estava do lado de fora das aspas. efectivamente o senhor pode estar arruinado com os investimentos que fez no bpn e não chegar para comer. ou então, como bom português, endividou-se até às orelhas e nem o facto de estar na política lhe serviu para perceber que, há dois ou três anos atrás, mais grave que o endividamento público (muito mais grave), era o endividamento privado.

leram bem, privado, esse tal senhor que agora quer ser a resolução dos reaccionários de direita (e digo reaccionários não por serem fascistas, que essas terminologias de novecentos dizem-me pouco, mas por serem estupidamente neo-liberais) e que nas barbas dos grandes homens da economia nacional aumentou com a oferta do créidto fácil que redundou na crise financeira a que agora assistimos.

por vezes as coisas são tão fáceis de explicar, e andaram aqueles cagalhões com o discurso da tanga porque o mal era o tgv e o aeroporto e enfiaram esta merda num buraco oito anos antes do previsto pelos astros. chego a crer que se substituiram a deus na criação do inferno.

s.b. disse...

e mais, neo-liberal é um termo de novecentos, mas com aplicação prática hoje, como se vê nos noticiários.

e sim, o buraco veio com o durão, o que leva a crer que a europa não tenha um futuro feliz.

e não, não ilibo o ps, mas não me esqueço da origem.

e talvez, talvez o mundo o seja mais bonito depois de se gastar um conjunto de cápsulas de uma roleta magnun.45.

e claro, claro está, nas têmporas do barroso ou qualquer outro. só para dar o aviso. não era preciso hecatombe, apesar de eles serem todos uns bois.

Anónimo disse...

ou isso, ou a Winchester do Buíça!

Anónimo disse...

ou isso, ou a Winchester do Buíça!

Anónimo disse...

http://pcp.pt/implantação-da-república-importante-desenvolvimento-da-luta-reivindicativa-e-do-movimento-operário

jp

Anónimo disse...

quem levava a winchester não era afinal o outro?

Anónimo disse...

acho que a coisa foi mesmo patrocinada pela winchester. afinal de contas iam matar um rei, não é a mesma coisa que dar uns tiros nas lebres lá de vinhais. impõe-se uma arma com mais estilo. é um fim mais rafinée!