domingo, 13 de setembro de 2009

e agora que li, discordo mesmo. FL perdeu as estribeiras, porque JS fingiu que nao percebeu o que se ali estava a discutir quando FL apresentou a sua proposta de simplificacao fiscal. JS pensou que FL quereria esconder essa medida do seu eleitorado, nada mais errado, essa é uma medida fundamental do seu programa, porque só ela representa mudanca. Mais nenhum partido à sua direita a apresenta e no entanto, é possível que seja a medida mais pragmática e liberal que está a ser debatida actualmente -- e logo vinda do BE... Esta medida e a insistencia de JS em a criticar, só desmascara a política do próprio: favorecer o grosso do eleitorado de classe média dando-lhe umas migalhas, mas depois hipotecando toda a sociedade no que diz respeito à universalidade do sistema de saúde ou do acesso à educacao. Em suma, JS está a favorecer a geracao dos meu pais, que beneficiou de pleno emprego, plena insercao na funcao pública e contratos por conta de outrém vitalicios, em detrimento de todos os portugueses com menos de 40 anos, que nao entraram nesse sistema de beneficiários e subsídios e que foi deixado por sua conta em trabalhos temporários ou por conta própria. E aí é que sao elas, FL deu uma machadada na esquerda do centrao e na direita de uma só vez. E com isso apresentou o seu partido como um partido de governo. Resta saber se, tirando a cúpula dirigente, o resto do partido está à altura.

Quanto à alegada alegria de FL aquando do alegado encerramento de uma alegada fábrica e consequente tristeza dos muitos trabalhadores que perderam emprego, causada pela perspectiva de mais 15 min de ataques ao governo num telejornal,

1. FL é um revolucionário. A dor que sente com injusticas sociais é a geral, nao a particular. As desigualdades, a pobreza e a exclusao causam-lhe decerto tanta angústia como a mim e a outros. Simplesmente é da sua profissao instrumentalizar o sofrimento dos outros em proveito da sua causa, tal como todos os outros políticos o fazem. Que no decorrer do seu dia a dia se alegre quando lhes aparece mais uma oportunidade de passar a sua mensagem nao deve ser único a FL

2. A direita é que inventou essa coisa da caridade

3. Já na correspondencia, Lenine se queixa das boas condicoes de vida do proletariado norte americano, pois isso nao permitiu o pleno desenvolvimento de um partido comunista nos EUA (admito, nao é o melhor exemplo...)

Sem comentários: