segunda-feira, 27 de abril de 2009

Um dos critérios para que num estudos de impactos socio económicos de uma barragem é o Indicador de Educação. Isto foi tirado do plano de barragens do ministério das obras públicas:

− Impacte positivo elevado – presença de populações com baixos níveis de qualificação
(Atalaia, Padroselos, Castro Daire, Fridão, Rebordelo, Assureira, Pêro Martins,
Alvarenga);
− Impacte positivo de menor amplitude – onde se localizam os Municípios com
populações de maior nível educacional (Póvoa, Pinhosão, Asse-Dasse, Sampaio,
Girabolhos, Foz Tua, Midões, Erges);

quer dizer que os níveis educacionais de Castro Daire vão subir porque se lá vai construir uma barragem? Desde quando é que uma barragem é um investimento em educação? Podia tirar muitas conclusões, mas prefiro não o fazer, isto é cómico demais...

Sem comentários: